Crônica 01: Insônia (ou o motivo porque eu deveria dormir)

unnamed (12)

Sempre gostei de dormir, mas em tempos de angústia essa tarefa se torna difícil. Talvez isso aconteça com todo mundo, mas comigo afeta diretamente minha produtividade e meu ânimo. Associo a insônia diretamente ao meu momento procrastinador, e isso acaba sendo transbordado para outros setores da vida.

Não ter sono não me faz produzir melhor, o que é triste uma vez que eu poderia gastar os “tic tacs” da madrugada em belas páginas de um artigo ou ainda aprendendo uma nova coisa pra fazer. Mas não. Minha cabeça parece fervilhar de pensamentos malucos e hipotéticos sobre “a vida, o universo e tudo o mais” e quando vejo a segunda pula pra sexta e eu nem produzi, nem dormi o suficiente.

Já me falaram em calmantes, mas eu não preciso ficar calma, preciso é que as coisas que me trazem angústia aconteçam e meu coração e mente fiquem “safos” pra focar em outras coisas.

Mas, como diz minha mãe e o mundo grita ao meu redor, cada coisa tem seu tempo e pra cada momento ou situação vem um aprendizado.

Tenho aprendido com a insônia, ou relembrado (já que ela é inimiga recorrente), que dormir, ou não dormir, nunca fez tanta diferença quanto agora. Os momentos de dono tornam-se raras válvulas de escape da minha realidade comprometida com prazos e incertezas.

Sinceramente espero cumprir os prazos e tirar uma boa soneca relaxada. Talvez seja isso que falte pra melhorar meu ânimo.

Anúncios

Deixe sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s