Gamer Nostálgico: 25 Anos de Sonic the Hedgehog! (Parte Final)

spinball_3dblast

Olá para todos! Demorei um pouco (bastante, na verdade), mas finalmente estou trazendo a parte final da minha série de postagens especiais em comemoração aos 25 anos do Sonic. Nesta última parte falarei dos dois últimos jogos da série para o Mega Drive, Sonic Spinball e Sonic 3D Blast. Eu pretendia falar também nesta série de postagens sobre as minhas experiências com os jogos modernos da franquia como Sonic Adventure, mas resolvi deixar estes para falar posteriormente em posts próprios de análise. Continuar lendo

Gamer Nostálgico: 25 Anos de Sonic the Hedgehog! (Terceira Parte)

Sonic_3_Box
Box Art da versão americana do jogo.

Olá pessoal! Nesta parte da minha série de postagens especiais sobre o aniversário de 25 anos do Sonic estarei falando sobre dois jogos que, na verdade, são apenas um e que compõem o meu jogo favorito da série clássica, Sonic the Hedgehog 3 e Sonic & Knuckles. Continuar lendo

Crônica 02 – Sobre o deboísmo (ou fique peixe)

unnamed (13)

Confesso que levou mais do que uns segundos pra eu entender o significado desse novo termo: Deboísmo. Muita gente tem adotado como nova filosofia de vida e nas minhas pesquisas acerca disso ainda não descobri quem foi o “guru” que trouxe a tona essa questão.

Deboísmo em linhas gerais, ou superficiais, é a arte ou efeito de ficar “de boa” na lagoa, ou seja, de “ficar peixe”, de ficar tranquilão na night. É, sem dúvida alguma, a melhor filosofia de todos os tempos da ultima semana. Continuar lendo

Crônica 01: Insônia (ou o motivo porque eu deveria dormir)

unnamed (12)

Sempre gostei de dormir, mas em tempos de angústia essa tarefa se torna difícil. Talvez isso aconteça com todo mundo, mas comigo afeta diretamente minha produtividade e meu ânimo. Associo a insônia diretamente ao meu momento procrastinador, e isso acaba sendo transbordado para outros setores da vida.

Não ter sono não me faz produzir melhor, o que é triste uma vez que eu poderia gastar os “tic tacs” da madrugada em belas páginas de um artigo ou ainda aprendendo uma nova coisa pra fazer. Mas não. Minha cabeça parece fervilhar de pensamentos malucos e hipotéticos sobre “a vida, o universo e tudo o mais” e quando vejo a segunda pula pra sexta e eu nem produzi, nem dormi o suficiente.

Continuar lendo

É a aparência que importa?

coca_unbranded_3

A pergunta do título desse post todo mundo já ouviu, não é nenhuma novidade esse tipo de pensamento. Aparência versus conteúdo esta para o bem versus o mal, esta para a luz versus a escuridão, e a balança que pesa essa diferença entre os dois aspectos, julgando-os como positivos ou negativos, esta em nossos julgamentos diários.

Impossível alguém que afirme, sem estar sendo hipócrita, que nunca “julgou o livro pela capa”. Mas o que esse julgamento realmente esconde, ou revela, é uma longa lista de preconceitos que assimilamos durante nossa vida, com (ou com a falta de) nossas experiências. Olhar o exterior é, sem dúvida, o primeiro acontecimento. Impossível não olhar pra alguém (agora estou de falando de pessoas) e não ter uma imediata impressão. Seja positiva ou negativa. Continuar lendo